Bancários do Safra aprovam acordo que assegura direitos na pandemia

Acordo negociado pelo Sindicato durante a pandemia de coronavírus garante integralidade do salário líquido em caso de redução de jornada ou suspensão de contrato, adesão ao acordo de não demissão, entre outros pontos importantes

Os bancários do Safra aprovaram, em assembleia virtual (com votação online das 8h do dia 30 às 22h do dia 1º), um Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) que assegura direitos durante a pandemia de coronavírus. O acordo atende reivindicações apresentadas pelo Comando Nacional dos Bancários em mesas de negociação com o banco, e contém cláusulas que protegem os bancários do Safra das medidas provisórias editadas pelo governo durante a pandemia, como a MP 927 e a MP 936.

O ACT garante a manutenção do salário líquido dos bancários que tiveram contratos suspensos ou redução de jornada; prevê ainda a adesão do banco ao compromisso de não demitir durante a pandemia; e também o compromisso do banco em aplicar a suspensão de contrato preferencialmente aos bancários incluídos no grupo de risco para a Covid-19, garantindo a esses trabalhadores um maior tempo em isolamento social sem prejuízo ao salário líquido.

Para os gerentes comerciais, o acordo prevê ainda a readequação para gratificação de função, que os iguala aos outros profissionais do mercado que exercem a mesma função, garantindo a oportunidade de aumentar a remuneração. Cada bancário que se enquadrar nesta mudança receberá comunicado detalhando as vantagens que passarão a usufruir com a formalização do acordo.

Na avaliação do Comando Nacional, a proposta trouxe importantes avanços, em meio a pandemia e a série de MP’s do Governo que reduzem direitos. Entretanto, de acordo com a assessoria jurídica do Sindicato, a proposta apresentada pelo banco em relação a jornada dos comissionados atende apenas aos interesses do Safra, e não trouxe vantagem significativa aos empregados, criando dificuldades em eventuais ações de sétima e oitava horas. Diante do cenário, a direção do Sindicato orientou a aprovação conforme debate do Comando Nacional e alertou para que os trabalhadores atentassem para os termos do acordo antes de realizarem a votação.

O acordo com o Safra foi uma conquista do movimento sindical e resguarda direitos diante das medidas tomadas pelo governo, que colocam o peso da crise sanitária e econômica nas costas do trabalhador. É portanto um exemplo de que a organização dos trabalhadores em seus sindicatos assegura direitos e impede retrocessos.

Importante destacar que a participação dos trabalhadores do Safra na assembleia virtual foi massiva, 80% dos trabalhadores aptos a votar exerceram seu direito, destes 97,5% votaram a favor da proposta. Considerando que enquanto perdurar a pandemia, nossas assembleias terão de ser virtuais, e a participação do maior número de trabalhadores, como ocorreu nesse caso, será fundamental.

Mais informações:

Edital Assembleia Extraordinária Específica Banco Safra

Sindicato orienta aprovação de Acordo Coletivo de Trabalho

Sintrafi


COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar