Banrisul avança na mesa, mas proposta ainda é insuficiente

Comando Nacional dos Banrisulenses volta a se reunir por videoconferência com representantes da diretoria do banco nesta sexta-feira, 28/8

Depois da resistência imposta pelo Comando Nacional dos Banrisulenses pela manhã, a diretoria do Banrisul recuou. Na parte da tarde da rodada de negociação da quinta-feira, 27/8, a conversa mudou. Houve avanços, considerados ainda insuficientes pelos representantes dos Banrisulenses.

O banco retirou o corte de 10% na PLR Banrisul, manteve a 13a cesta e propôs que o reajuste que vier na negociação nacional com a Fenaban seja aplicado só nos salários.

Pela manhã, o banco mexeu em direitos históricos dos Banrisulenses. Propôs reduzir a PLR de 1,8% do lucro líquido para 1,62%. Os negociadores representantes da diretoria do banco também queriam cortar a 13ª Cesta e congelar salários e verbas.

Os integrantes do Comando Nacional dos Banrriulenses reagiram. Argumentaram que a proposta ia na contramão até mesmo do que estava sendo negociado pela Fenaban.

O comando dos Banrisulenses pediu um intervalo. Na volta, a proposta foi rejeitada com veemência na mesa.

À tarde, os representantes do banco voltaram com avanços. Anunciaram que manteriam a PLR Banrisul como é, com regra de 1,8% do lucro líquido distribuídos igualmente a todos os colegas, e que aplicarão os índices de reajuste da proposta da Fenaban (se houver) apenas nos salários.

O Comando Nacional esclarece que está viabilizando tecnicamente uma assembleia virtual para que os Banrisulenses possam participar, informarem-se sobre o andamento das negociações e para decidirem sobre o melhor caminho para a nossa campanha salarial 2020, que constrói o acordo Coletivo de Trabalho Específico dos Banrisulenses.

Fonte: Imprensa SindBancários

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar