Banrisulenses exigem que Banrisul retome mesa de negociações

Há alguns dias, o Banrisul rompeu de forma unilateral a mesa permanente de negociações com o Comando Nacional dos Banrisulenses. O Banco não renovou contrato com o negociador e não agendou mais reuniões. Por isso, esta semana, a Fetrafi-RS enviou correspondência ao presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho, solicitando uma reunião urgente para tratar dos assuntos pendentes, alguns deles previstos no Acordo Coletivo de Trabalho assinado em 2020.

No ofício, a Federação enumera os temas que precisam ser debatidos com o Banco:

► Ajustes nas relações de trabalho em razão do agravamento da Pandemia de Sars Cov 2;
► Implantação das comissões de Saúde, Segurança, Diversidade e Gênero previstas no Acordo Coletivo de Trabalho;
► Conclusão dos Acordos de teletrabalho e ponto eletrônico para empregados da Banrisul Cartões;
► Dimensionamento dos caixas fixos nas agências;
► Situação de trabalhadores(as) em agências acéfalas – sem nenhum comissionado responsável;
► Situação de trabalhadores(as) em agências que com informações de fechamento ou de fusão; e
► Operadores/as de negócios.

Entre as pautas, a questão do fechamento de agências é uma das que mais preocupa os banrisulenses no momento. Segundo as informações que chegaram até o Comando, sete unidades serão fechadas no interior do estado. Entretanto, o Banco não informou quais e nem quando isso irá ocorrer.

A situação será denunciada pela Fetrafi-RS à Federação dos Municípios (Famurs). Em correspondência enviada à instituição, a Federação solicita uma reunião para tratar do fechamento das agências, considerado inapropriado pela categoria, em vista do momento de crise econômica e sanitária pelo qual passa o Rio Grande do Sul e todo o país.

Fonte: Fetrafi RS

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar