Funcionários do BNDES denunciam tentativa de desmonte do banco

A Associação dos Funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (AFBNDES) realiza um ato nesta quarta-feira (19), no Rio de Janeiro, para defender o banco e denunciar as medidas que reduzem a capacidade de o banco contribuir seu papel no desenvolvimento social e econômico do país.

O banco vem sendo forçado a antecipar a devolução de aportes do Tesouro Nacional que, por contrato, deveriam ser devolvidos em até 60 anos. Além disso, o deputado Samuel Moreira (PSDB/SP) propôs na quinta-feira (13), em seu relatório da PEC da reforma da Previdência, o fim da destinação para o banco dos 28% dos recursos arrecadados com o PIS/Confins.

Atividade acontece a partir das 11h, no auditório Arino Ramos Ferreira, na sede do BNDES, no Rio de Janeiro. Cinco ex-presidentes do banco (Paulo Rabello de Castro, Dyogo Oliveira, Mendonça de Barros, Luciano Coutinho e José Pio Borges) e representantes da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (Abrava), da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE) e do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) confirmaram presença.

Além das personalidades que confirmaram presença, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Nelson Jobim, e os ex-presidentes do BNDES André Franco Montoro, Andrea Calabi, Carlos Lessa, Demian Fiocca e Eleazar de Carvalho apoiam a iniciativa.

Fonte: Contraf-CUT

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar