Mais uma agência do HSBC fechada por desrespeito a saúde do bancário

IMG-20150709-WA0009  Nesta quinta-feira, dia 09, a agência Trindade do banco HSBC foi paralisada devido ao desrespeito para com as condições de saúde dos trabalhadores. Esta foi a segunda agência do banco que teve a intervenção do Sindicato essa semana. No dia 08, a agência da Beira Mar foi paralisada pelo mesmo motivo.

Cerca de 15 trabalhadores estão afastados de suas atividades laborais nas seis agências do banco localizadas em Florianópolis. Relatos de ameaças por parte dos médicos do trabalho quanto ao bloqueio dos salários, caso o trabalhador seja considerado inapto no exame de retorno ao trabalho, tem sido repassados a direção do SEEB.

Apesar das denuncias feitas à área de Relações Sindicais do HSBC, cobrando um postura diferente dos médicos do PCMSO,  até o momento o banco não se posicionou sobre esses casos. Na denúncia, o Sindicato informou o nome dos médicos que tem prestado esse desserviço aos bancários da nossa base.

O Sindicato também encaminhou denúncia ao Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina (CRMSC). Atualmente, além dos prejuízos emocionais e físicos causados, os trabalhadores continuam no chamado limbo, quando estão sem cobertura da Previdência Social e do banco.

Na próxima semana haverá uma reunião em Curitiba sobre o tema. Tanto o Sindicato dos Bancários de Florianópolis quanto o de Curitiba participarão da reunião com o banco inglês. Na Capital paranaense casos parecidos tem ocorrido. O momento é delicado, já que o HSBC anuncia o fechamento das portas no Brasil e a venda do banco está com o tempo contado para acontecer, mas a despeito disso, a saúde não espera e com ela não se brinca.

Fonte: SEEB Floripa

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar