Santander descumpre acordo e demite durante a pandemia

Sem dó nem piedade, em plena pandemia, demite trabalhadorxs que são pais e mães de famílias

Nesta quinta-feira, 15, o Sindicato denunciou com equipamentos de som nas ruas de Florianópolis e Região os abusos cometidos pelo banco espanhol que desrespeita seus trabalhadores descumprindo o compromisso de não demitir durante a pandemia.

  • O Santander é um banco estrangeiro que faz do Brasil e do povo brasileiro sua fonte de lucros altíssimos.
  • 1/3 dos ganhos mundiais do banco espanhol é produzido pelos brasileiros
  • De janeiro a junho de 2020 o banco já teve 6 bilhões de lucro.

A direção do banco Santander supera-se em desrespeito e desumanidade e já demitiu mais de mil trabalhadores em plena pandemia.

O presidente do Sintrafi Cleberson Pacheco Eichholz destacou: “No primeiro semestre de 2020 os três maiores bancos privados que operam no país tiveram mais de R$ 20 bilhões de lucro. Não podemos admitir que milhares de bancários sejam demitidos em meio à maior crise sanitária do século XXI, sob pretexto de readequação às novas tecnologias. Os bancos precisam praticar a responsabilidade social pregada em suas mídias, contribuindo para retomada da economia e não ampliando o número de famílias desamparadas, demitindo trabalhadores que expuseram suas próprias vidas durante a pandemia, atendendo a população e construindo o resultado da empresa.”

Reivindicamos que a direção do banco pare com as demissões e venha negociar.

Sindicato do Bancários de Florianópolis e Região.

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar