Sindicato Paralisa agencia do BB e cobra melhores condições de trabalho

Não é de hoje que a entidade vem recebendo diversas denúncias de colegas reclamando das condições de trabalho e do clima organizacional. Somando-se a histórica defasagem na dotação das unidades, o que compromete o atendimento aos clientes e usuários e sobrecarrega os funcionários, a pressão pela venda de produtos e cumprimento de metas tem acirrado o ânimo nos locais de trabalho e vem prejudicando o relacionamento entre gestores e equipes.

Mesmo com a forte chuva desta manhã de sexta-feira, o Sindicato dos Bancários de Florianópolis e Região promoveu o retardamento da abertura da agência BB Nereu Ramos, no centro da cidade.
Não é de hoje que a entidade vem recebendo diversas denúncias de colegas reclamando das condições de trabalho e do clima organizacional. Somando-se a histórica defasagem na dotação das unidades, o que compromete o atendimento aos clientes e usuários e sobrecarrega os funcionários, a pressão pela venda de produtos e cumprimento de metas tem acirrado o ânimo nos locais de trabalho e vem prejudicando o relacionamento entre gestores e equipes.
Conforme denunciado, instrumentos de gestão, como os inquéritos administrativos e avaliação de desempenho têm sido utilizados indiscriminadamente, servindo como elemento de intimidação em muitos casos.
Além do ato que atrasou a abertura da agência, a direção do SEEB reuniu-se com os representantes da Gepes e da Superintendência Estadual para cobrar providências imediatas, que visem restaurar o bom ambiente nas unidades e que corrijam eventuais distorções em relação às ferramentas de gestão. Lembramos na ocasião que os temas Gedip e cobrança de metas têm sido debatidos entre a Diref e a Comissão de Empresa, tendo inclusive a direção do BB reconhecido a necessidade da correção de desvios e o aprimoramento das práticas de gestão de pessoas.
 
Após o encontro na Superintendência, os diretores do sindicato realizaram reunião com os colegas da agência Nereu, informando sobre as providências adotadas pelo SEEB, dos encaminhamentos junto aos representantes do Banco e a urgência de construirmos um novo tempo nas relações de trabalho no BB, onde a participação dos funcionários é imprescindível.
No ato realizado em frente à agencia, o Sindicato distribuiu aos clientes material informando a razão de nossa atividade, denunciando que a precarização do trabalho também trás enormes prejuízos ao bom atendimento à população.
 
Por outro lado, devemos ressaltar que os problemas identificados não são exclusividade e não ocorrem apenas no BB. O Sindicato alerta aos bancários de nossa base que somente iremos fortalecer a nossa luta e nossa organização com a efetiva participação de todos. Por isso, procure o Sindicato, acompanhe os canais de comunicação da sua entidade, denuncie as práticas que desrespeitam os trabalhadores e participe das atividades e mobilizações da categoria.
Fonte: SEEB Floripa

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar