Banrisulenses entregam pauta da Campanha 2020 ao Banrisul

Após a posse do Comando Nacional, representantes do Banco receberam as reivindicações e prometeram celeridade na negociação


O Comando dos Banrisulenses entregou ao Banrisul, nesta terça-feira, 28, a pauta de reivindicações definida no seu último 28º Encontro Nacional. A solenidade ocorreu por videoconferência, mas o envio da pauta foi formalizado por e-mail. 
“Nossa pauta é bastante democrática, não se limita a questões corporativas, pois sempre tivemos esse olhar além. Apesar das bandeiras históricas, a pauta também dialoga com o momento atual, com os anseios e as dificuldades atuais que os empregados do Banrisul têm”, pontuou a diretora da Fetrafi-RS e membro do Comando dos Banrisulenses Denise Falkenberg Corrêa.

O novo negociador do Banrisul, Fernando Tadeu Perez, afirmou que o Banco deve iniciar imediatamente a análise das reivindicações para que o acordo coletivo seja assinado até dia 31 de agosto, quando vence o atual. “A pauta será alvo da nossa melhor análise. No que depender de mim, estaremos assinando até o dia 31”, ressaltou, acompanhado do superintendente de Recursos Humanos do Banco, Gaspar Saikoski, do superintendente Jurídico, Paulo Henrique da Silva e do analista da área de Gestão de Pessoas Douglas Bernhard.

Entretanto, Perez adiantou que acredita em uma negociação sem muitas margens. “Mesmo antes da pandemia, os bancos já vinham enfrentando dificuldades, os impostos aumentaram, o recolhimento compulsório também. Portanto, neste ano, se conseguirmos manter o acordo que temos, será um grande feito para ambos os lados. Não quero criar uma falsa expectativa de que esse ano será de conquistas, para mim é um ano de se debater manutenção”, disse, elogiando a CCT dos bancários, que, para ele é “a mais rica do país e ressaltando que o ACT do Banrisul ainda a complementa”.

O Secretário de Comunicação do Sintrafi Florianópolis Cleberson Pacheco Eichholz ponderou, “Sabemos que o capitalismo moderno atravessa uma crise sem precedentes, agravada pela pandemia do novo coronavírus. No entanto, as instituições financeiras se consolidaram nos últimos anos com resultados expressivos que os credenciam para serem os agentes propulsores da retomada da economia no pós Pandemia. Para isso será fundamental o processo de valorização dos seus empregados, desta forma avaliamos que é possível sim não só renovarmos nosso acordo, mas debatermos nossa pauta com muita transparência buscando avançar em itens que serão importantes para ambas as partes”.

Para o diretor da Fetrafi-RS Fábio Soares Alves, o diálogo é a base para a aprovação de um acordo que seja bom para ambos os lados. “Muito da construção do acordo coletivo que a gente tem foi junto com os resultados que o Banco alcançou. O Banco vem galgando resultados em cima de resultados e sempre foi na base do diálogo. É uma relação de ganha-ganha. Esse é o espírito que temos que ter durante a negociação.”

Na próxima quinta-feira, 30, o Comando terá nova reunião com o Banco. “Esperamos que na quinta-feira já possamos ter o calendário para as negociações definido para que tenhamos o trabalho desenvolvido de forma organizada, quiçá que possamos chegar a um acordo antes mesmo do fim de agosto”, sugeriu o presidente em exercício do SindBancários Porto Alegre e Região e membro do Comando dos Banrisulenses, Luciano Fetzner. 

As medidas quanto à pandemia do coronavírus, estão sendo tratadas separadamente da pauta de reivindicações e, como adiantou o negociador do Banrisul, o Banco deve passar novas informações sobre protocolos ainda esta semana. “Para nós quanto mais informações, melhor, para que possamos até ajudar o banco a cumprir os protocolos. O afastamento das pessoas do grupo de risco, operando em teletrabalho, mesmo que mediante confirmação por laudos médicos, continua sendo uma pauta cara para o movimento sindical em todos os bancos. Tenho certeza que vamos continuar avançando nessas questões”, salientou Fetzner.
Posse virtualAntes da reunião com o Banrisul, os novos membros do Comando Nacional dos Banrisulenses tomaram posse, também pela plataforma virtual de conferência. Denise Corrêa destacou que o Comando é “plural e representativo” terá muitos desafios pela frente. “A classe trabalhadora nunca teve facilidades, mas estamos em um momento ainda mais difícil, por conta da conjuntura”, disse, terminando com uma frase de Che Guevara: “Se o presente é de luta, o futuro nos pertence”.

Para a diretora de Formação da Fetrafi-RS e também membro do Comando, Ana Maria Betim Furquim, essa será uma campanha na qual a unidade e a organização vão ser ainda mais importantes. “Estamos separados fisicamente, mas não estamos separados na luta, que continua forte mesmo que pela internet”.
Veja a nominata do Comando 2020/2021:
Titulares:Ana Maria Betim Furquim – Fetrafi-RS e Vale do ParanhanaDenise Falkenberg Corrêa – Fetrafi-RSSérgio Hoff – Fetrafi-RSFábio Alves – Fetrafi-RSLuciano Fetzner – Porto AlegreEloi Seganfredo – GuaporéOrimar Pizzamiglio – VacariaEduardo Poffal – Rio GrandeCleberson Pacheco – Florianópolis (SC)João Leonel Teixeira – Litoral NorteMargarete Thomasi – Santa MariaRafael Cruz da Silva – PelotasGerson Kunrath – Fetrafi-RS e Vale do Caí
Suplentes:Denise Ferreira Pés – São Luiz GonzagaCarlos Augusto Oliveira Rocha – AlegreteAntonio Valdenir S. Lopes – Bagé Larry Antônio Baú – HorizontinaSílvia Regina de Carvalho Chaves – Contraf (PoA)Clarissa Gatelli  – Caxias do SulClaudete Genuino Marocco – Porto Alegre Damiela Retusa Rathke Battu Schiek – Santa RosaRaquel Gil de Oliveira – PelotasMariluz s dos Santos Carvalho – Santa Cruz do SulClaudia Stella Rodrigues Santana de Resende  – Porto AlegrePaulo Rogimar Ferreira de Melo – Passo FundoAna Maria da Silva – Lajeado

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar