No BRDE, PCS, Plano de Saúde e PDV são as questões que mobilizam o segmento

sec_2071 Nesta quarta-feira, dia 28, os bancários do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul) realizaram um ato de protesto para relembrar o banco de questões, não só negociadas, como já firmadas em acordo. Durante uma hora os trabalhadores dialogaram, em frente ao banco, sobre PCS, Plano de Saúde e Odontológico para aposentados e novos.

Firmado em acordo, no ano passado, o Plano de Cargos e Salários parece ter sido esquecido pelo BRDE. Depois de quase um ano, nem mesmo os nomes para compor a comissão paritária que estudaria o PCS foi apresentada pelo banco. Bandeiras como a garantia de um plano de saúde e odontológico para os aposentados, temas que também giram em torno do PCS, são as principais reivindicações do seguimento.

Outros temas debatidos pelos trabalhadores foi a possibilidade de um PDV (Plano de demissão voluntária) e a questão do combate ao assédio na instituição. Com relação ao PDV foi discutido suas implicações, o posicionamento do Sindicato e os perigos que ele pode, ou não, oferecer. Já a questão do assédio passo pelo aprimoramento do instrumentos e espaços de fiscalização e combate a prática no banco. “É importante que não haja um política somente de punição, mas também de resolução e melhoramento das condições que proporcionam a prática do assédio no banco”, afirma Fábio Burkard, secretário jurídico do SEEB e bancário do BRDE.

O ato começou às 13h30 e seguiu até 14h30, com bom diálogo e participação do bancários.

Fonte: SEEB Floripa

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar