Empregados da Caixa lançam carta aberta para defender banco 100% público

O documento está disponível para download no site da Contraf-CUT

  • Empregados lançam carta aberta à população para defender Caixa 100% pública
  • Texto é assinado pela Contraf-CUT, pela Fenae e pela Cee/ Caixa
  • O documento está disponível para download no site da Contraf-CUT

Os empregados da Caixa Econômica Federal divulgaram nesta semana uma carta aberta à população para defender que o banco continue 100% público. O texto, assinado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), pela Federação Nacional das Pessoas pela Federação Nacional das Associações de Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) e pelo Comitê de Defesa da Caixa, desempenha um papel de banco de pandemia de coronavírus e afirma que já foram oferecidos mais de 120 milhões de brasileiros em busca do auxílio emergencial, seguro desemprego e FGTS.

“Os funcionários da Caixa já atendem mais da metade da população brasileira, demonstrando ser imprescindível como banco público e primordial em sua ação social. Defender uma Caixa, como banco público, passa também pelo reconhecimento de seus empregados e pela defesa de melhores condições de trabalho ”, diz o documento.

Os funcionários criticam “como fragilidades” as ações do governo Bolsonaro no combate à covid-19 e ao enfrentar crises econômicas e enfatizam o papel do banco público nesse contexto.

“O que seria o país, nessa calamidade, seria uma caixa não mantida pública ao longo de tantos anos? Se seus empregados, ontem e hoje, ao lado das entidades que representam, não lutam para impedir a venda e a privatização da instituição? Quem, neste momento, está efetuando tão árdua tarefa? ”

Fonte: Contraf CUT

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar