Sindicato adota medidas protetivas visando diminuir propagação do Covid-19

A partir desta terça-feira, 17, o horário de atendimento no Sindicato será reduzido, visando evitar que os funcionários da entidade precisem realizar seu deslocamento nos horários de pico. Desta forma nosso horário de atendimento nos próximos dias será das 9:00 às 17:00 de segunda a sexta-feira. Medida esta que poderá ser revista a qualquer momento dependendo do entendimento de haver necessidade de alteração.

Em consequência, o atendimento da assessoria jurídica no Sintrafi passará a ser das 09:00 às 12:00 h, permanecendo os dias de segundas, quartas e sextas-feiras reservados para as causas trabalhistas e as terças e quintas-feiras, para as questões previdenciárias.
Orientamos, ainda, que os bancários utilizem preferencialmente o atendimento por telefone e compareçam no atendimento presencial somente em casos de urgência e que não possam ser resolvidos sem o atendimento presencial.

Comando Nacional cria comitê de crise com os bancos

Trabalho em casa para todas as áreas possíveis, principalmente para bancários do grupo de risco e gestantes; reforço na limpeza; e atenção especial com a área de autoatendimento estão entre as preocupações dos bancários.

Em reunião realizada nesta segunda-feira (16), o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) criaram um comitê de crise para acompanhar as orientações das autoridades de saúde diante da pandemia gerada pelo novo coronavírus (COVID-19) e tratar das medidas a serem tomadas pelos bancos, de acordo com a evolução da epidemia.

A preocupação é garantir a saúde e a segurança dos bancários, principalmente daqueles que fazem parte do chamado grupo de risco e das mulheres em gestação. Outra questão trazida pelo Comando foi o da suspensão das aulas nas escolas e a falta de opção para os cuidados com as crianças.

Na próxima quarta-feira, os 157 bancos que compõem a Fenaban estarão reunidos com o objetivo de avaliar a situação e buscar uniformizar as medidas de prevenção e proteção aos bancários e usuários.

A direção do SINTRAFI reforça que está atenta aos acontecimentos e seguirá cobrando soluções imediatas por parte dos bancos.

Caso alguém esteja sendo obrigado a trabalhar mesmo com suspeita de estar infectado solicitamos que denuncie imediatamente ao Sindicato e busque atendimento médico o mais rápido possível.

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar